Não troque ainda o bacon pelo salmão

A ONG Oceana descobriu que 43% do salmão vendido como “selvagem” nos EUA era, na verdade, salmão de cativeiro. A probabilidade de ser enganado é cinco vezes maior quando o consumo é feito em restaurantes. No Chile, de onde brasileiros compramos o peixe, os produtores vem aumentando o uso de antibióticos, enquanto na Noruega já foram desenvolvidas vacinas contra as infecções bacterianas.

O relatório de sustentabilidade da Global Salmon Initiative é revelador (mas é preciso ler nas entrelinhas nos infográficos).

Quer receber histórias como essa no seu inbox? Assine Umlitrodeletras.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s